quinta-feira, 2 de abril de 2009

Viagem a Curitiba

Semana passada Fernando esteve em Curitiba a trabalho. A cidade continua limpa, florida e hospitaleira. Infelizmente, a principal notícia dos jornais era sobre os alarmantes índices de crescimento da criminalidade.
Nos tempos livres aproveitamos para fazer turismo e comer em alguns restaurantes já conhecidos ou recomendados pelo pessoal de Curitiba. No primeiro dia, fomos conhecer a praça de alimentação orgânica do Mercado Municipal, onde almoçamos no restaurante Ohana. Apesar de ter achado o Salmão Assado sem tempero, quem comeu o Barreado, prato típico do Paraná, e a Merluza com Creme de Queijo gostou. À noite, fomos ao Bar do Alemão no Largo da Ordem, Centro Histórico da cidade, onde comemos o delicioso Salsichão Branco com Chucrute, acompanhado de um chopp bem tirado. Só não recomendamos o local pela falta de educação dos muitos clientes fumantes, que não respeitam a área do salão fechado destinada aos não fumantes.
No almoço do dia seguinte, fomos matar as saudades do restaurante Velho Maladosso, situado no bairro de Santa Felicidade. O galeto e a polenta frita continuam o mesmo. Quem não conhece vale a pena, inclusive para visitar outros "points" deste tradicional bairro de raízes italianas.

Na saída demos uma passada na chocolateria Rose Petenuci, cuja fábrica e loja ficam na R. Elias Joaquim, 55 (http://www.rosepetenuci.com.br/). Os chocolates são deliciosos e finos, com preço na faixa de R$ 90,00 por kg. Aproveitamos para comprar presentes para a Páscoa que se aproxima.

À noite, fomos jantar no restaurante japonês Yamazushi, na R. Brigadeiro Franco, 3.700, Rebouças. O restaurante tem um ambiente agradável, com decoração moderna e comida excelente. Recomendamos para quem gosta de culinária japonesa.

Antes de voltarmos para o Rio de Janeiro, fomos ao Museu Oscar Niemeyer, conhecido como o Olho, que estava apresentando uma exposição de Portinari da coleção Castro Neves. A arquitetura é magnífica, com espaços e detalhes fabulosos. Imperdível.

Um comentário:

Monica disse...

Tem um outro restaurante em Curitiba considerado muito bom, que se chama Barolo Trattoria. Fui na hora do almoço, cujo público é basicamente de executivos (homens e mulheres em seus terninhos). Mas, a comida realmente é muito boa e o prato dá para 2 ou até 3 pessoas comendo fartamente. A bruscheta de entrada é uma das recomendações. E de prato principal, o CONCHIGLIA DI GAMBERI À SAN MARINO.